Mês: Março 2017

COMO USAR O STATUS DO WHATSAPP PARA CAPTAR VENDAS?

COMO USAR O STATUS DO WHATSAPP PARA CAPTAR VENDAS?

Que o WhatsApp caiu nas graças das pessoas, você já sabe.

Não dá para deixar de lado todo o poder o aplicativo de mensagens instantâneas que literalmente resolve a vida para muitas coisas.

Você pode usar para se comunicar imediatamente com amigos, familiares e, por que não, clientes?

Isso mesmo!

A tendência é que o Whats, como é chamado, seja cada vez mais utilizado para atrair vendas, sobretudo por meio da nova função de status que foi liberada recentemente.

É só atualizar o aplicativo pra perceber que agora o padrão mudou.

O status permite colocar imagens e vídeos interativos em vez de uma simples frase, como era antes.

Promoções relâmpagos!

Se você procurava uma alternativa para divulgar promoções relâmpagos apenas para um grupo de seus contatos no Whatsapp, acabou o problema.

Não é mais necessário ou outro aplicativo de gerenciamento de recursos, muito menos ter que contar com outra ferramenta para fazer essa segmentação.

Agora é possível fazer ali mesmo!

E o melhor, falar que a promoção vai durar apenas 24 horas e depois irá desaparecer, nunca será tão verdade.

Você nem precisa se preocupar em tirar ela do ar, quando der as exatas 24 horas de sua postagem irá desaparecer por completo.

Com isso, você pode divulgar promoções exclusivas apenas para que visualizar sua mensagem, incentivando descontos e brindes para quem comprar com você, pois visualizou seu status.

No melhor estilo SnapChat, outra rede social muito popular por aqui, você posta algo que fica disponível por 24 horas para todos os contatos terem acesso.

Já pensou, então, o quanto essa função pode ser interessante para seu negócio?

Bom, a tendência atual é que as empresas, sobretudo aquelas lojas virtuais que estão cada vez mais informatizadas e usando o melhor da tecnologia, estejam cada vez mais próximas dos clientes.

A ideia é trazê-los para perto mesmo, como verdadeiros amigos e parceiros, para identificar suas necessidades e desejos. Sendo assim, é primordial contar com as melhores ferramentas para fazer com que esse procedimento dê certo.

Se você já usa o Facebook, por exemplo, gerenciando sua página e criando posts interativos, pode usufruir também do WhatsApp para isso, que possui uma comunicação muito mais ágil e otimizada.

Assim, não precisa mais esperar aquele e-mail chegar para respondê-lo.

Pelo próprio aplicativo já é possível falar diretamente com os clientes, tirar dúvidas, marcar visitas e consultas, realizar orçamentos, passar dados de produtos, entre as mais diversas ações.

Já no caso do status, a mensagem deve ser sempre bem pensada para que as pessoas se sintam atraídas. Como é um espaço livre e democrático, você pode focar em diversos conteúdos interessantes e instigantes. Que tal postar um vídeo a respeito de uma oferta?

Vai realizar uma promoção temática?

Divulgue no Whats também!

Tem uma novidade imperdível e quer que as pessoas saibam rapidamente?

Conte com essa opção!

Você pode ver que, sempre que há algo novo, o app vai notificar.

A área de status fica em destaque – no iOS (iPhone), é logo a primeira função e fica azul a cada nova atualização -, então as pessoas sempre vão querer checar o que está rolando por lá.

Imagine se, ao verificar o status de sua empresa, se deparam com uma oferta ou um informativo interessante?

Logo, se sentirão dispostas a tirar dúvidas e falar diretamente com você, de modo prático e eficiente.

Hoje em dia, quem é consumidor preza por alternativas competentes e cada vez mais rápidas.

Ter a possibilidade de consultar determinada empresa em tempo real e já saber tudo sobre tal produto/serviço garante uma ótima experiência.

E claro que você pode aproveitar esse atendimento personalizado para instigar ainda mais o indivíduo a comprar, acessar seu site e se sentir confiante em contar sempre com suas opções.

Nessa hora, é preciso ter coerência para unir o bom marketing com o bom senso e uma conversa que deixe o cliente totalmente satisfeito e realizado.

Você, como empresa, precisa manter um equilíbrio, usando uma linguagem comum, nem tanto formal mas também não muito fora da realidade corporativa.

Evite termos errados, emojis e brincadeiras invasivas. Seja sempre profissional e coerente.

O que fará a diferença será a atenção demonstrada com a pessoa.

Nunca demore para responde-la e a deixe na mão.

Por outro lado, não seja ansioso e respeite o tempo de resposta dela, já que ela pode estar pensando ou consultando alguém para saber o que fazer.

A dica é ser transparente, orgânico e estar sempre à disposição.

Se a pessoa comprar, é ótimo e mostra que seu objetivo foi concretizado.

Mas, se ela decidir não fechar negócio, mantenha o mesmo nível de atendimento.

Não é porque ela desistiu de uma compra agora que nunca mais falará com você.

A oportunidade sempre existe e você nunca deve tratar ninguém com desdém.

Infelizmente, as redes sociais deram uma certa liberdade para vendedores que acham que podem se livrar das pessoas e terem autonomia para serem mais ‘’grossos’’, pouco atenciosos e até mau educados.

Tudo porque não estão lidando com a pessoa cara a cara e podem até bloqueá-la.

Isso, porém, é prejudicial e com o tempo leva sua reputação para o lixo.

Um indivíduo insatisfeito, além de não comprar e dar crédito para seu negócio, ainda fará uma campanha contra que pode tomar proporções drásticas.

Do contrário, aquele que gosta de seu atendimento, seu produto e tudo que permeia a empresa, com certeza

se sentirá seguro e confiante em se tornar um parceiro e irá indica-lo para todos os amigos e pessoas mais

próximas, passando seu contato para eles e criando uma rede que pode aumentar gradativamente.

Hoje em dia, sites de vendas como a OLX, por exemplo, permitem a divulgação do número do WhatsApp nos anúncios de vendas para que as pessoas possam se comunicar mais rápido.

Assim, vários negócios são fechados rapidamente, sem maiores problemas.

Lembre-se que, em tempos de consumo e ansiedade, muita gente quer as coisas na hora, em tempo recorde.

Oferecer essa opção te faz uma empresa diferenciada e com boa fama, aquela que se preocupa com o cliente e está sempre à sua disposição.

Portanto, nunca deixe de ter um número de WhatsApp para lidar com seus consumidores e atrair cada vez mais vendas.

Divulgue exaustivamente por meio de suas campanhas de marketing e deixe nas informações de contato do site.

Personalize a ferramenta e aproveite o máximo do status, atualizando e ficando sempre à espera de muitas e muitas conversas.

Ah, e não seja o chato que manda aquelas mensagens de propaganda todo dia para as pessoas.

Aja sempre como gostaria que agissem com você.

Bom, é isso aí, esperamos que tenha gostado de nossas dicas. Boa sorte!

Curta e compartilhe este post!

Até mais!

 

7 Ferramentas-chave para criar um blog profissional

7 Ferramentas-chave para criar um blog profissional

Publicado por Ricardo Gomes em 22/03/2017

Se você quer criar um blog de sucesso, ele deve ser criado como um profissional. Isso é algo que não pode ser sevitado.

Que diferença existe entre um blog bem montado, um blog profissional, e um blog criado amadoramente?

Neste post vamos falar sobre 7 ferramentas-chave que na minha opinião, são as mais importantes, se você está pensando em criar um blog profissional.

Uma  hospedagem de qualidade para o seu blog

Para criar um blog profissional, hoje, não há alternativa: a fórmula é WordPress.org com hospedagem própria.

E nesse sentido, uma boa hospedagem é a base do processo, por isso estou mencionando este ponto em primeiro lugar.

Opções gratuitas como Blogger ou WordPress.com (que não deve ser confundido com WordPress.org) e mais recentemente Wix são demasiado limitadas, quando você precisa superar algumas das suas limitações.

E será preciso pagar, e então você irá acabar gastando mais do que gastaria com uma boa hospedagem.

A hospedagem que você escolher deve suportar bancos de dados PHP e MySQL, deve ser rápido, seguro e deve ter um bom suporte, porque de vez em quando você precisará de ajuda e um suporte ruim.

Além de não resolver os problemas, irá fazer com que você perca várias horas tentando resolver seu problema.

Hoje em dia existem hospedagens a preços muito acessíveis, para todos os tipos de projetos.

Clique aqui e saiba como contratar uma hospedagem.

Na maioria dos casos, você pode começar com o plano mais básico da sua hospedagem e migrar para planos maiores apenas caso precisar.

A ferramenta de email marketing

Se você perguntar a qualquer blogueiro que conseguiu obter sucesso qual foi seu erro mais grave, a grande maioria irá dizer-lhe que foi não ter se preocupado antes com a base de dados de emails.

E é por isso que muitos utilizam a famosa frase “meu dinheiro está na minha base de dados de emails”.

Na verdade, eu realmente não gosto dessa frase devido a sua conotação avarenta, mas transmite muito bem o quão importante é ter uma boa base de dados de emails em um blog.

Portanto, não cometa este erro.

Se você não está trabalhando seriamente para aumentar a sua lista de emails e atrair assinantes, você já está perdendo tempo.

Além disso, você tem a possibilidade de ter uma ferramenta de email marketing como a Mailrelay.

Pois é simples e oferece um desempenho espetacular, com uma conta gratuita para enviar até  75.000 mensagens por mês, além da inclusão de um autoresponder.

Só estas duas coisas iriam custar-lhe mais de R$700,00 por mês na maioria das ferramentas da concorrência.

Então, não existe nada mais fácil do que isto.

Uma ferramenta de SEO

Quase não posso acreditar na quantidade de pessoas que escrevem posts sem qualquer revisão de keywords, ou seja, não existe uma otimização de palavras-chave no conteúdo.

Quando você tem um número muito grande de seguidores, estes artigos podem trazer um bom número de visitas no dia da sua publicação e nos dias seguintes, mas após alguns dias, praticamente não receberá nenhuma visita mais.

Isto significa que estes criadores de conteúdo não pesquisaram as keywords mais apropriadas para o conteúdo que está sendo publicado, por isso não será possível receber um tráfego constante através das buscas no Google.

Portanto, meu conselho é: nunca criar conteúdo sem analisar as palavras-chave para as quais você poderá posicionar este conteúdo nos principais buscadores, principalmente Google.

Você pode fazer isso muito bem e gratuitamente (com limitações), por exemplo, usando SEMRush, Keyword Planner, do Ahrefs ou keyword Finder.

Ilustração exemplo de uma busca palavra-chave para “cuidar bonsai” com a ferramenta keyword Finder.”

Muitas vezes você não vai encontrar um nicho interessante  e isto não é problema, mas em muitos outros casos, você irá  encontrar nichos interessantes e às vezes, você vai acabar posicionando-se ao ponto de receber dezenas de visitas cada dia com um único artigo.

Como você pode imaginar, estes conteúdos valem o seu peso em ouro no seu blog.

Sem ir mais longe, eu tenho artigos no meu blog que recebem mais de 500 visitas ao dia .

Se eu não tivesse me preocupado com o SEO na época da publicação deste conteúdo, eu teria perdido todo estes visitantes.

Google Search Console (GSC)

Em primeiro lugar, é importante registrar seu blog no GSC (é gratuito) para que o blog a indexado pelo Google.

Mas também em linha com o exposto anteriormente, se você trabalha o SEO do seu site, você precisará de algumas informações de feedback, principalmente para quais keywords, (quais termos) o seu conteúdo está sendo posicionado, bem como quais links estão recebendo estas visitas.

Isto permite-lhe melhorar o seu SEO de uma maneira muito eficaz.

Por exemplo, muitas vezes acontece que um conteúdo é posicionado perto da primeira página de resultados para uma palavra-chave com um bom volume de visitas, mas na verdade, você não havia planejado usar esta palavra-chave.

Este tipo de “presente” pode ser usado para conseguir melhorar muito a quantidade e qualidade das suas visitas.

Imagine que você escreveu um post sobre como cuidar de um bonsai e o GSC informa que você está bem posicionado para keywords como “cuidar de um bonsai de figo”, “cuidar de um bonsai de oliva”, bem como outras keywords similares.

Se você perceber isso com um nicho onde o seu conteúdo está nas posições da segunda página do Google (posições 11-20)

É muito provável que simplesmente adicionando mais informações relevantes para estas keywords, (adicionando algumas seções com exemplos específicos para cada um destes tipos de bonsai) buscando por links relacionados, você poderá ficar em uma posição intermediária na primeira página do Google.

Então, gradualmente, você poderá otimizar o conteúdo para melhorar seu posicionamento, o que irá ajudar a receber mais tráfego para seu site.

Ferramentas de estatísticas e analíticas

Quando você tem um blog, você precisa de informações sobre as visitas que você recebe.

Para estes fins, eu gosto de distinguir o processo em duas fases:

  1. A fase inicial
  2. A fase de crescimento

Para dar um exemplo: a fase inicial seria até consolidar uma média de visitas diárias de ao redor de 100 visitantes.

Durante esta fase, o meu conselho é manter o foco apenas em fazer crescer o número absoluto de visitas ao seu blog e para essa finalidade, uma ferramenta simples e gratuita como Jetpack (seu módulo de estatísticas especificamente) será suficiente.

Além disso, durante os meses decorridos até chegar a este ponto, você terá tempo para ganhar experiência e conhecimento que o ajudará a compreender muito melhor a próxima fase e os seus objetivos.

Depois deste limiar, o foco muda. permanece logicamente essencial continuar a crescer, mas na segunda fase, com este volume de visitas, será importante fazer o possível para que este crescimento seja mais inteligente, mais estratégico.

Isto é, identificando qual é o perfil dos leitores, de que forma estão acessando sua página e se eles realmente são os melhores visitantes para o seu projeto.

Aqui já começamos a falar sobre informações analíticas.Para fazer isto, a melhor opção que eu posso recomendar é a ferramenta mais eficaz para obter este tipo de informações, que é o Google Analytics, que além de tudo isto, é grátis.

Por quê?

Por que neste ponto, será importante saber coisas como o tempo médio de permanência destas visitas em nosso blog, em quais páginas permanecem por mais tempo e em quais preferem sair rapidamente.

As visualizações médias de página por visita (se estes usuários está lendo o artigo que desejavam e saindo do site, ou se estão acessando outras páginas). 

O perfil demográfico dos nossos leitores (idade, país, etc.) que diz muito sobre o seu poder de compra (se formos considerar a venda produtos ou serviços), etc.

Em suma, esta informação analítica será usada para entender melhor quem está visitando o site e quais páginas estão trazendo os melhores resultados.

Esta informação será fundamental para tomar decisões que permitam que você possa atrair visitantes que estejam dentro do seu perfil alvo.

Ferramentas de edição

Todo o conteúdo que é criado para atrair visitantes deve ter pelo menos uma ou duas imagens.

É muito importante que elas sejam de boa qualidade, pois terão um impacto positivo e demonstram que o seu blog é criado com esmero, além de estarem otimizadas para que os arquivos ocupem o menor espaço possível, o que irá resultar em menor tempo de carregamento da página.

Para fazer isso você vai precisar editar as imagens, reduzindo seu tamanho, cortando-as, mesclando imagens diferentes em uma só, otimizando-as, etc.

Trabalhamos principalmente com três, todas gratuitas:

  • Paint.net: uma ferramenta gratuita poderosa, um pequeno Photoshop, em última instância. Oferece todas as opções para o que você precisa fazer como blogger com imagens.
  • Picresize: Esta ferramenta permite reduzir o tamanho das imagens. Embora Paint.net possa fazer o mesmo, quase sempre usamos a outra ferramenta para esta tarefa em particular, devido a conveniência de ser on-line, permitindo que possamos trabalhar com vários arquivos e porque a qualidade dos resultados é um pouco melhor do que a Paint.net.
  • TinyPNG: idem para otimizar o tamanho dos arquivos das imagens. Apesar do nome, não funciona apenas com imagens PNG, mas Também com JPG.

Ferramentas de automação e armazenamento na nuvem

Se ocorreu uma mudança significativa sobre a nossa organização nos últimos anos, esta sem dúvida foi o armazenamento de tudo na nuvem.

Esta alteração irá afetar diretamente a eficiência do seu trabalho, principalmente se houverem mais pessoas envolvidas. Além disso, a segurança dos seus dados será muito maior ao ter backup dos seus arquivos importantes.

O aprimoramento de segurança é devido ao fato de que  ter as informações na nuvem com uma cópia local sincronizada entre várias pessoas usando diferentes computadores é uma excelente maneira de sempre ter um backup atualizado com esforço zero.

Mas também, o que eu recomendo fortemente é que você não use o cloud apenas como espaço de armazenamento compartilhado, mas utilize todas as suas informações na nuvem e para isto, recomendamos Office 365, o produto que nós utilizamos.

Ilustração ” Todas as informações da nossa empresa e nosso website está na nuvem.”

Eu trabalhei durante anos com o Google Drive e funcionou, mas quando começamos a trabalhar em conjunto de uma forma um pouco mais avançadas, como trabalhar em uma base compartilhada com estruturas de pastas e subpastas, o Google Drive foi um desastre Total.

O pior foram a perda constante de informações, com pastas inteiras desaparecendo, etc. Google Drive foi completamente problemático devido a este tipo de  erros graves.

Portanto, migramos para o Office 365 que com um plano de  R$490,00 por ano oferece 1 TB de espaço e 5 licenças do Office (para instalação em computadores). Me parece realmente uma boa opção.

Com isso, todos os nossos dados estão compartilhados.

Para citar um exemplo: temos muitas planilhas do Excel para todos os tipos de uso: Calendário editorial, SEO, contabilidade e finanças, etc., etc., etc.

Isto permite, por exemplo, que, embora a parte financeira e contabilidade seja totalmente realizada por outra equipe, possamos ver em todos os momentos, em tempo real, todas as informações sobre a situação da empresa, sem que ter de enviar e-mails para qualquer tipo de alteração, pois tudo está na nuvem, disponível para todos nós.

Eu não estou exagerando quando digo que normalmente trocamos não mais do que um e-mail por mês, em média!

Conclusões

Se você quer criar um blog como um profissional, nem tudo é conteúdo, existe um “ecossistema” completo de ferramentas e fórmulas organizacionais que podem ter grande impacto no seu blog.

Com este post espero que eu tenha dado ideias para incentivá-lo a começar a trabalhar, se você já não o estiver fazendo, porque eu acredito que todos esses exemplos são exemplos universais e boas práticas que aplicam-se a praticamente qualquer blog, sobre qualquer temática.

Você não vai se arrepender, eu garanto.

Compartilhe e comente nosso Post!

Infografico: 40 frases que causam falta de motivação no seu negócio.

Infográfico : 40 frases que causam falta de motivação no seu negócio.