Autor: R3mkt

Aula 4 – Dicas para fidelizar os clientes da sua loja virtual

Dicas para fidelizar os clientes da sua loja virtual

 

 

 

 

 

 

 

Olá amigos esta é a quarta aula de como criar uma loja virtual, espero que goste e compartilhem nosso post.

Fidelizar os clientes do seu e-commerce deve estar no topo da sua lista de investimentos. Afinal, as probabilidades de vender para alguém que já fez negócios com você é de 60% a 70%. Já para um novo comprador, a chance é de 5% a 20%.

Não sabia que conseguir um novo cliente é muito mais caro do que fazer ações com os que já “são de casa”? Confira as nossas dicas para fidelizar os seus clientes e gerar o desejo de comprar sempre na sua loja!

1- Surpreenda na entrega

O momento de quando o produto chega à casa do cliente é um dos mais importantes no processo da compra. Afinal, a pessoa está ansiosa para que a mercadoria seja entregue para aproveitar a aquisição.

Essa é uma ótima chance que você tem de surpreender, encantar e potencializar esse sentimento bom que dá quando chega a entrega. Dessa maneira, veja alguns cuidados importantes para esse momento:

  • Cuide para que a embalagem seja bonita;
  • Envie algum mimo, como adesivos, um poster, um imã ou o que combinar com a sua marca e com o seu produto;
  • Mande um cupom com código de desconto para uma próxima compra.

2- Resolva o problema do cliente imediatamente

Esteja apto a ajudar o cliente no que for preciso, quando e onde ele procurar por você: nas redes sociais, no e-mail, no site, quando ele tiver alguma dúvida antes de comprar um produto ou depois do pedido. Ou seja, se houver algum problema na compra, apenas resolva-o.

Os bastidores do problema não podem chegar ao cliente. Diga “você vai receber o seu produto” em vez de “vamos apurar com a nossa transportadora.” Se for um problema muito grave, não hesite em fazer contato com ele diretamente.

3- Promova a exclusividade

De que forma você pode fazer o seu cliente se sentir importante? Uma boa dica é fornecer informações exclusivas, como enviar um e-mail mostrando a nova coleção antes do lançamento.

Aproveite para aprimorar a qualidade do seu negócio ouvindo quem já comprou de você: mande um breve questionário sobre a experiência de compra. Afinal, o cliente gosta de ter a sua opinião valorizada.

4- Faça a segmentação da base de cadastro

Reúna o cadastro dos seus consumidores que têm características em comum e faça campanhas específicas de e-mail marketing. Separe por clientes que compram sempre, que compraram acima de um determinado valor ou que só fizeram a primeira compra, por exemplo.

Veja que tipo de produtos eles compraram da última vez e ofereça um desconto na categoria. Se puder, ofereça fretes grátis para determinadas regiões.

5- Encante o seu cliente

Uma experiência de compra é construída a partir de todas as interações entre você e o seu cliente. Desde quando ele ainda é um visitante até o momento em que ele já está consumindo o seu produto.

6- Comunicação

É difícil criar clientes leais, se eles não estão prestando atenção em você. Dado este fato, a seguir são nossas partes favoritas de pesquisa sobre comunicação clara com os clientes.

a. O suporte para algo.

A maneira mais rápida de seus clientes ignorá-lo é você não representar nada. Um estudo realizado pelo Corporate Executive Board, que incluiu 7.000 consumidores de todo os EUA descobriram que dos consumidores que disseram ter um forte relacionamento com uma marca, 64 por cento citaram valores como a principal razão compartilhada. Se você quer que os clientes fiéis, você precisa fazer com que eles se preocupem com sua marca.

Então o que você representa?

b. Chame o ego interior.

Apesar do que muitas vezes dizemos, a maioria das pessoas gostam de coisas que os lembram de alguma forma. Este viés cognitivo é chamado egoísmo implícito, e é uma coisa importante a ter em mente quando se comunicar com os clientes. A fim de atrair o tipo de clientes que você quer, você precisa para identificar seus clientes-alvo até o último detalhe e, em seguida, criar uma mensagem de marca que combina perfeitamente com suas dores, objetivos e aspirações. É mais fácil para preencher essa demanda existente do que criar um.

Agora veja os motivos pelos quais o usuário desiste da compra.

É absolutamente normal que clientes desistam das compras no mundo online e isso não é necessariamente um problema. Porém, existem alguns fatores que podem estar fazendo com que ele pare no meio do caminho e repense a aquisição. Confira alguns deles:

  • Não se decidiu ainda;
  • O preço final é alto;
  • Só colocou itens no carrinho para “ver mais tarde”;
  • A plataforma de compra não foi objetiva quanto ao valor do frete;
  • Não existe a opção “comprar como convidado”;
  • O formulário de cadastro e compra tem muitos campos para preencher, ou pede informações desnecessárias;
  • O processo de check-out é muito complicado ou inseguro;
  • A página de check-out não oferece o progresso da compra;
  • O site é muito lento e demora a carregar;
  • Cobra taxas extras;
  • Não existem muitas formas de pagamento.

Para que você consiga fidelizar os clientes do seu e-commerce, cuide para que, em todas essas etapas, o consumidor se encante pela sua marca. Esse é o grande “pulo do gato”!

Ricardo Gomes.

R3MKT

Como iniciar um negócio on-line a partir de casa vendendo um produto ou serviço digital.

Eu acredito na verdade é que a diferença entre grandes pessoas e todas as outras é que as grandes pessoas criam suas vidas ativamente, enquanto todo resto do mundo é criado por suas vidas, passivamente esperando para ver onde a vida leva-los em seguida.  Michael E. Gerber.

Você vem acordando todas as manhãs ao som do mesmo despertador e nada, e você jura para si mesmo que tudo vai melhorar  muito em breve. Lá no fundo você sabe que não nasceu para o emprego que trabalha e diz: “em breve vou sair e montar um negócio próprio!” Você está dizendo isto  mas a sensação instantânea de risco paralisa seu agir .

“Começar um negócio é complexo e caro” você analisa “o investimento é muito grande e eu poderia acabar perdendo tudo!”. Mas você é realmente tem muita sorte. Você é muito sortudo. Você nasceu em uma grande época, uma época de ouro para abrir um negócio com o mínimo de investimento ou investimento zero.

A internet eliminou os antigos obstáculos e abriu as portas para as pessoas com a mentalidade e as habilidades de se tornar muito bem sucedido, independentemente de terem nascido em uma família rica ou pobre .Estou falando, é claro, sobre a internet e sobre começar um negócio online. A oportunidade está aqui, você quer ver agora?

Começar um negócio on-line a partir do zero

Mas o que é realmente começar um negócio on-line o zero? (E se não temos muito interesse por escrito e só quer oferecer o nosso produto ou serviço de um dia? Você vai ter que tomar uma abordagem diferente. Em vez de escrever o conteúdo e promovê-la e pensar sobre monetização mais tarde, aqui você vai querer reverter suas ações e obter o seu produto ou serviço polido em primeiro lugar, e, em seguida, fazer o marketing pesado.)

Sem mais delongas, eu estou feliz em apresentar-lhe o guia completo para iniciar um negócio online a partir de casa á partir de R$ 100,00. É isso mesmo, R$ 100,00. A seguinte estratégia é adequada e vai desde  a criação, comercialização e venda de um produto ou serviço através do espaço online, e não tem  limite, quando esses são realmente produtos digitais. A alavancagem é incrível.

Os Benefícios de Negócios Online

Você gostaria de trabalhar para você mesmo, determinar as suas próprias horas de trabalho e manter todos os lucros também ou ter uma ótima renda extra trabalhando nas horas livres? Os benefícios de negócio online são ainda maiores. Você pode obter todos estes benefícios criando um negócio online, isto literalmente, tendo á partir de R$100,00 na conta.

A finalidade do negócio : entregar valor, criando um grande produto ou serviço

Quanto mais vidas você toca, mais dinheiro você faz. Esta é a lei universal do negócio. Pense sobre Steve Jobs ou Bill Gates, qualquer uma destas duas pessoas , estes dois gênios fizeram sua fortuna com a venda para milhões de pessoas e enriqueceram . O dinheiro que temos agora é apenas um reflexo de quão benéfico ambos foram e ainda são para o mundo. Cada um deles oferece um enorme valor às nossas vidas coletivas.

Então, quando você encontra sua ideia de negócio, ela deve responder duas principais grandes questões:

  • Quantas pessoas podem estar interessado no que eu tenho para oferecer?
  • Isso traz um grande valor e vai ajudar a vida destas pessoas de uma forma que vai agregar valor mais do que qualquer outra coisa lá fora?
  • Então, enquanto  você está pensando se a sua ideia de negócio é uma ideia que vale a pena perseguir, o que deve realmente determinar é se há pessoas suficientes para pagar pela sua ideia  (na sua forma final), e como sucesso e qualitativamente você pode responder às suas necessidades percebidas e satisfazer as suas frustrações emocionais ou desejos.

Como chegar á um negócio rentável

Identificar uma habilidade que você tem e que você é muito bom em, certifique-se número suficiente de pessoas estiver interessado em aprender essa habilidade,Ex:- ebook, curso, serviço de consultoria, vídeo-aula etc – e usar as técnicas de marketing e vendas discutido aqui para fazer lucro com isso.

Olhe ao seu redor, conduza sua pesquisa de mercado, faça entrar em sua cabeça. A sua ideia pode realmente resolver uma dor ou frustração vivida por um grupo suficientemente grande de pessoas para torná-lo potencialmente lucrativo? Afinal de contas, os consumidores compram o seu produto (ou serviço), e se não há suficiente consumidores em potencial, a sua ideia não terá nenhuma chance de ser lucrativo (a menos que você crie uma necessidade do zero, mas é muito mais difícil do que responder a uma necessidade que já existe ).

Pesquisa de mercado

Então, como exatamente é que vamos descobrir se há número suficiente de pessoas interessadas em comprar o nosso produto? Existem algumas maneiras de prever isso:

Escolhendo um provedor de hospedagem e registrador de domínios

No mundo offline, você geralmente deseja alugar algum espaço físico para o seu negócio – e isso não é barato. O valor para hospedar um site é de R$38,99/mês . Você irá em seguida, precisar de um registro de domínio, ter um endereço apontando para sua hospedagem á partir de R$29,00/ano(registro.org).

Eu recomendo R3mkt para hospedagem, temos hospedagem online 24hs e  iremos apoiar e fornecer tudo o que precisa para o seu negócio online. Nossos servidores são extremamente rápidos e confiáveis e eu nunca tivemos qualquer problema com eles. O preço também é excelente, então o custo-beneficio é ainda maior. 

Obtendo seu site pronto e projetado

Na hospedagem R3mkt você poderá instalar totalmente grátis o plugin WordPress. O sistema que eu sempre uso e recomendo. Você pode qualquer coisa com ele desde blogs para grandes sites de conteúdo ou lojas-ecommerce para pequenas empresas. É também muito fácil de instalar:

Um designer profissional com experiência em marketing direto e conversões é muito útil, mas não é barato. Se você está apenas começando, é só pegar algum projeto básico de Fiverr . Você vai se surpreender com a qualidade profissional que você pode obter por R$ 35,00. Você pode obter todos os tipos de coisas lá – de logos, a páginas de destino (página de vendas) para enviar e-mail formas para banners etc.

Quando o seu negócio online cresce e amadurece, você pode permitir-se- obter algum trabalho profissional real por algumas centenas ou mesmo milhares de reais. Mas isso é um longo caminho mais abaixo te mostro a estrada.

1- Otimizar o seu negócio para motores de busca (SEO)

2- Marketing de conteúdo

3- Funil de Vendas

Ricardo Gomes / Regev Elya

Desenvolvimento de sites: a importância de ter um site otimizado.

magento-layout-responsivo

Hoje pequenos e médios empresários apostam na internet para obterem melhores resultados, mas acabam se deparando com grandes problemas como:

  • sites construídos em Flash que não são visíveis ao Google;
  • interface inapropriada e sem atrativos para seus clientes;
  • sites pesados tornando seu carregamento difícil;
  • sites que não aparecem no Google;
  • conteúdo mal estruturado e pouco otimizado;

Se um destes itens é o seu caso, entre em contato conosco.

Hoje irei mostrar as principais etapas de desenvolvimento de um site:

Briefing

Direto ao ponto. Antes de iniciar qualquer trabalho é preciso entender o objetivo e o cenário atual.

Para iniciar o projeto você deverá nos fornecer informações sobre sua empresa, o que ela faz, quem são seus concorrentes e assim será possível desenvolver um trabalho de alta qualidade.

Planejamento

Vamos a fundo. Estudando seu mercado e seus concorrentes. Identificamos quais são os comportamentos de busca que seus consumidores possuem e realizamos uma pesquisa de palavras-chave, lhe mostramos quais são as palavras mais buscadas para o seu negócio.

Este estudo norteará o desenvolvimento do conteúdo e da estrutura do site.

Produção

Sabendo as palavras-chave importantes você poderá produzir um conteúdo de qualidade e bem otimizado seguindo orientações.

Enquanto você produz o conteúdo a R3MKT se encarrega de deixar pronta a estrutura do site para em seguida inserir o conteúdo.

Características atuais de um site:

A internet está mudando e isso é um fato óbvio. Os usuários agora são capazes de acessar a internet em uma série de maneiras que não poderia mesmo ter sido imaginadas há 10 anos. Tablets, laptops, dispositivos de jogos, relógios e dispositivos móveis estão se tornando cada vez mais popular como uma maneira para os visitantes a encontrar o seu site. É por isso que ter um site que é otimizado para dispositivos como (Responsivos) móveis é extremamente importante para o seu negócio.

Além disso, se você ainda não ouviu até agora, o Google começou a rolar a sua atualização algoritmo móvel amigável  em 21 de Abril de 2015, o que aumenta rankings de busca móvel para sites que são multi-plataforma.

Em maio de 2013, que referenciou o relatório  Search Engine Land  mostrou que os dispositivos móveis resultaram em 15% de todo o tráfego no ano . Em algumas categorias foi muito maior.Mais recentemente, Search Engine Watch informou que o tráfego móvel já ultrapassa o tráfego desktop! Empresas como Yelp relataram que 55% de todas as buscas são a partir de dispositivos móveis . Estes números variam de acordo com a indústria, mas é seguro dizer um site responsivo é importante para o seu negócio.

Então, se você é um gerente de marketing , pequeno empresário, músico, profissional liberal entre outros saiba da importância de ter um site móvel para seu negócio, não tenha medo. Reunimos algumas informações para ajudá-lo a construir um caso sólido sobre os benefícios de ter um site móvel.

 5 Benefícios de ter um site otimizado responsivo.

1. experiência de usuário aprimorada

Veja seu cliente nesta situação, você envia um link via mensagem de texto ou e-mail e quando a pessoa tentar abrir esse link no dispositivo móvel, é  apresentados a uma carga confusa de lixo desorganizado. Isso vai matar qualquer chance que você tem de converter esse visitante em um cliente. Se o usuário não pode facilmente navegar e ler o conteúdo do seu site a partir do seu dispositivo móvel, ele vai perder a inspiração. Alguns relatórios mostram que 60% ​​dos usuários móveis nos últimos 12 meses tiveram problemas com a navegação de sites que os levaram a abandonar a página.

2. Aumento do Tempo médio no site

Tal como acontece com tudo o que existe on-line, tudo é sobre o tempo. Você tem uma quantidade limitada de tempo para capturar a atenção de um visitante do site. Este é ainda mais o caso com dispositivos móveis, pois os usuários estão acessando seu site  em qualquer lugar. Se um visitante é capaz de navegar facilmente suas páginas e o conteúdo está desenvolvido em um código amigável, você aumenta a chance de converter visitantes em clientes.

3. Alta velocidade de carga site

A velocidade é importante porque, como mencionado anteriormente, o tempo é limitado. Um site normal que não está optimizado para mobile irá  rodar muito lentamente no seu dispositivo móvel ou em tablets, pode não carregar em tudo. Um site pronto móvel vai carregar rapidamente porque o código é estruturado de uma forma que seja compatível com dispositivos móveis. Para provar o ponto, estudos mostram que 40% dos usuários de sites móvel abandonam a página, se eles têm que esperar mais de 6 a 10 segundos.

4. Melhoria Móvel SEO

Quando se trata de search engine optimization , somos todos escravos do Google se queremos que seja esse o caso ou não. Se o Google quer, nós fazemos isso. Segundo o Google, é recomendável webmasters construam seus sites como responsivo, mas se isso não é uma opção, eles preferem que a sua empresa faça um site HTML separado para servir aos usuários móveis. Isto irá aumentar a probabilidade de seu site irá classificar bem entre a busca do Google.

5. Vantagem competitiva sobre seus concorrentes

Existe a chance de que a concorrência já está à frente do jogo com um site móvel lindamente otimizado. Dos 200 maiores varejistas pesquisados, 68 empresas não têm um site pronto móvel (1 entre 3). É seguro assumir que este é um número alto, mas certas indústrias são muito mais progressivo a este respeito. Recomendamos que visite os sites de seus concorrentes para ver se eles estão otimizados para mobile. Isto lhe dará uma idéia de como sua empresa irá se sair.

Conclusão

Como apontado, sites móveis são importantes se sua empresa quer adquirir mais clientes e aumentar as vendas. Ficar à frente de todos com um site otimizado para celular vai permitir que a sua empresa a fazer exatamente isso. Deixe estes dois pontos principais influenciar você sobre os benefícios de um site para mobile:

  1. Um segundo de atraso na resposta de página pode resultar em uma redução de 7% em conversões.
  2. Se um site de e-commerce está fazendo $ 100.000 por dia,  1 segundo de atraso no carregamento da página poderia custar 2,5 milhões em vendas perdidas a cada ano,

Entre em contato para solicitar um orçamento sem compromisso.

Ricardo Gomes.

Aula 3 – Imagem do produto o primeiro passo para vendas bem sucedidas!

vender-online-

Olá, esta é mais uma aula de como vender na internet já escolheu sua plataforma de venda então o próximo passo é escolhe as imagens do seu produto, então vamos lá!

A imagem do produto é uma das armas fundamentais para ampliar as vendas online e tornar sua loja virtual mais apresentável aos olhos do cliente.

Para quem trabalha com vendas pela internet, é extremamente importante ter uma atenção especial com as fotografias de cada produto, pois uma vez que seu cliente não poderá tocar ou experimentar suas peças, as imagens é que vão determinar se ele avança para o carrinho ou não.

Devido ao grande número de usuários online insatisfeitos (infelizmente essa é uma realidade que não podemos fugir), é importante que você ofereça todas as informações necessárias para que seu cliente sinta segurança ao realizar uma compra, isso inclui mais de uma fotografia por produto e de preferência em diferentes ângulos.

Coloque-se no lugar do consumidor por um instante, você compraria uma peça que mal consegue ver devido a uma fotografia escura e sem foco? Provavelmente, perderia a confiança de adquirir o produto e abandonaria o carrinho sem olhar para trás.

Além de destacar as qualidades de um produto que o comprador não pode analisar com as próprias mãos, uma boa fotografia constrói confiança e cria uma afinidade que transmite segurança e facilita a compra.

Pensando na importância de todos esses detalhes, preparamos algumas dicas de como você pode fotografar um produto com qualidade e gastando quase nada. Confira:

Dica 1# Não utilize o flash

O segredo de uma boa foto é a iluminação adequada, portanto preze sempre pela iluminação natural. A iluminação gerada pelo flash é uma luz direta e pode criar reflexos em seu produto, dando um aspecto amador a fotografia.

Dica 2# Não use fundo muito colorido

Tudo aquilo que tira a atenção do produto, não deve estar presente na fotografia. Procure utilizar um fundo neutro de preferência branco, afinal suas peças devem ser o principal foco da imagem.

Dica 3# Explore todos os ângulos

Para passar segurança ao seu cliente, não deixe de fora nenhum detalhe importante das peças, procure explorar todos os ângulos possíveis em suas fotografias e deixar muito claro aspectos como texturas, bordados e pequenos pormenores que compõe seu produto.

# Bônus – Monte seu mini estúdio 

Montar seu próprio estúdio pode ser uma tarefa fácil e muito mais barato do que contratar um fotógrafo profissional.

Utilize folhas de sulfite como plano de fundo e uma caixa de papelão para servir de suporte. Caso seus produtos sejam grandes, substitua as folhas por cartolinas.

Gostou de nosso post? Compartilhe ou indique á um amigo

Entre em contato conosco: www.r3mkt.com.br

Aula 2 – Marketplace ou loja própria: quais as vantagens e desvantagens de cada um?

banner-compras

Olá, este é a segunda aula de como vender na internet, hoje falaremos sobre uma dúvida que muitas pessoas tem ao ingressar no mundo digital: Vendo por uma plataforma marketplace ou uma loja virtual própria?

Vamos lá então…

Vender pela internet é uma opção que ganha espaço no Brasil. Aos poucos, aquela desconfiança dos clientes e dos lojistas dá lugar a uma disposição de aproveitar as vantagens e as promoções.

Quem está começando, em geral, se faz a seguinte pergunta: vale a pena abrir uma loja própria? Ou vale mais a pena criar um perfil em algum marketplace grande, que já está consolidado, já tem clientes habituais e uma verba gigante para promoção? Cada uma das opções tem suas vantagens e desvantagens. Continue lendo para conhecer cada uma delas e decidir o que é melhor para o seu caso!

Loja própria

Talvez, ter a loja própria seja a primeira idéia que venha à cabeça. Esta opção é ótima, porque você tem o total controle sobre o seu negócio.

Mesmo quem não entende muito de informática, pode usar uma plataforma pré-pronta de e-commerce e começar a vender imediatamente. Em sua loja própria, você pode fazer promoções para atrair mais clientes e é o responsável por todo o relacionamento com eles. Sua marca sai fortalecida, tanto pela qualidade dos seus produtos quanto pelo atendimento.

Vantagens

  • Reforçar a sua marca;
  • Liberdade para fazer promoções;
  • Engajamento com o cliente.

Desvantagens

Contudo, para começar, você precisa se tornar conhecido. Os clientes não vão chegar, simplesmente, porque você colocou a loja no ar.

Então, é preciso investir em divulgação e planejamento em marketing online. Mesmo assim, pode levar um tempo até você construir a sua reputação e começar a ter retorno em visitas e em vendas.

  • Necessita de conhecimentos técnicos em desenvolvimento e marketing online;
  • Retorno em médio e longo prazo.

Marketplace

O Marketplace é como um grande shopping center virtual. Ali, estão produtos de diversos setores e de diversas marcas e uns ajudam a trazer tráfego para visitar os outros.

A principal vantagem é a quantidade de visitas que estes sites já têm. Então em vez de começar do zero a construir seu público, você entra em um site que já é visto por milhões de internautas diariamente.

Além disso, você compartilha o gasto de divulgação com todas as demais marcas presentes. Como os marketplaces já têm credibilidade com o público consumidor, a confiança para comprar de um deles é muito maior. Pode ser uma boa opção para quem está começando e ainda não tem recursos para investir alto na abertura da loja.

Exemplo de marketplaces: Mercado Livre, Quebarato…

Mais chances de sucesso

Entrando em uma loja virtual que já tem a clientela e toda a estrutura tecnológica de vendas e pagamentos, você pode começar com mais chances de sucesso. Até mesmo para quem já tem uma loja própria, mas está precisando aumentar as vendas, por que não apostar em diversificar os canais de venda?

Vantagens

  • Compartilhamento das verbas de propaganda;
  • Custos reduzidos para entrar no mercado;
  • Maior quantidade de visitas;
  • Marca consolidada;
  • Estrutura de pagamentos e envios pronta.

Desvantagens

Mas nem tudo são flores. Os marketplaces têm a desvantagem de cobrarem altas taxas de comissionamento.

Isso porque está é a única renda que eles têm para manter a estrutura e continuar investindo em propaganda para trazer clientes. O espaço para o fortalecimento de sua marca não é tão grande quanto em sua loja própria, já que toda a experiência de compra do cliente não é diretamente com você, mas sim com o marketplace.

  • Comissionamento;
  • Menos presença da sua marca própria.

Ou seja, cada um tem as suas vantagens e as suas desvantagens e você precisa saber o que é melhor para você neste momento. Por que não investir nos dois canais de distribuição? Assim, você ganha o melhor dos dois mundos, fortalece a sua marca em sua loja própria e aumenta as suas vendas entrando em algum marketplace.

Ainda tem dúvidas? Escreva para a gente nos comentários e assim vamos fazendo deste blog o local certo para você aprender tudo para ter mais sucesso com o seu e-commerce!

Aula 1 – Como vender na internet!

12112124_10201206028348348_5304135119852142050_n

Vender na internet não é nenhum bicho de 7 cabeças.

Olá hoje iniciaremos um mini curso que vai tirar suas dívidas á respeito de vendas na internet, espero que gostem de nossas matérias.

Obrigado.

As vendas online já são parte da vida da maioria dos brasileiros. E o número de adeptos ao comércio eletrônico continua crescendo: houve um aumento de 24% nas compras feitas pela internet no último ano, segundo relatório divulgado pela empresa WebShoppers.

A facilidade de realizar a compra, as diversas opções de pagamento e o conforto proporcionado pela internet são os principais atrativos para os consumidores. Quem não disponibiliza seus produtos online, perde um importante nicho do mercado! Se você ainda não investiu na ideia porque acha que este é um tipo de negócio complicado, continue lendo este post e descubra porque as vendas pela internet são mais simples do que parecem:

As vantagens e facilidades de vender pela internet

Quebra de barreiras geográficas

Vender pela internet significa aumentar consideravelmente o alcance geográfico do seu negócio. Pessoas que moram em outras cidades ou até em outros países têm acesso aos seus produtos, quando eles estão disponibilizados online. Ou seja, quem trabalha com o comércio eletrônico fecha mais vendas, porque conta com um público maior de possíveis clientes. Para isso, basta criar um site bacana, usar as redes sociais para divulgar os produtos e fazer uso de algumas estratégias que ajudam a destacar sua empresa na rede (como as ferramentas de SEO).

Facilidade para realizar a entrega

Quem acha que vender para outros estados pode ser complicado, porque é necessário fazer o envio do produto, precisa rever seus conceitos. Existem muitas formas de fazer isso: usando os correios ou transportadoras confiáveis. Em ambos os casos, é possível realizar o envio da compra realizada de forma rápida e segura. Para o consumidor, o processo também pode ser muito tranquilo e satisfatório. Isso porque muitas empresas permitem que o cliente faça o rastreamento do pedido. Assim, ele sabe onde está o produto adquirido e pode ter uma ideia de quando será realizada a entrega.

Divulgação da marca

Outra vantagem em apostar no comércio eletrônico, é que a internet também facilita a divulgação do seu negócio. A rede virtual é um espaço bastante democrático, em que é possível fazer anúncios de diferentes produtos, sem ser necessário um grande investimento em publicidade. Você pode, por exemplo, criar ações de e-mail marketing para enviar aos seus clientes e consumidores em potencial. Também pode usar as redes sociais, como o Facebook e o Instagram, para divulgar promoções e novos produtos. Para isso, basta ter criatividade e investir tempo para conquistar seguidores e curtidas para as páginas da sua marca.

Plataformas intuitivas e fáceis de usar

Se você acha que pode ser complicado criar e atualizar a sua loja virtual, experimente saber mais sobre as plataformas disponíveis para isso. Uma plataforma intuitiva, que facilite o trabalho de administração, é a opção ideal para que você adicione as fotos, preços e informações dos seus produtos com tranquilidade. Assim fica mais fácil criar seu espaço na internet para comercializar suas mercadorias com qualidade, conforto e praticidade.

O que você acha de aumentar sua cartela de clientes, comercializando seus produtos na internet?

A R3Mkt pode te ajudar nesta empreitada!

Peça um Plano Ecommerce hoje mesmo e disponibilize seus produtos online para todo o Brasil.

Ou ainda, solicite contato para tirar todas as suas dúvidas.

contato@r3mkt.com.br

Suas vendas online não decolam? Descubra o que pode estar errado.

ecommerce

Vender na internet trouxe várias vantagens para lojistas e empreendedores que desejam posicionar sua marca e decolar de vez o seu negócio.

Com um alcance maior de público conectado, maior tempo de exposição dos produtos, menor custo operacional, entre tantas outras vantagens, o mundo das vendas online é um ótimo comércio para melhorar os resultados de seu empreendimento. Contudo, vender pela internet nem sempre é um mar de rosas, até porque há também grande concorrência no e-commerce.

Para se diferenciar no mercado e fazer com que as vendas decolem, o lojista precisa tomar alguns cuidados. Confira, a seguir, dicas do que você pode fazer para ter melhores resultados com o seu negócio na internet.

Explore seu diferencial

Para não se perder na imensidão do mundo virtual, saiba de antemão qual é o seu público-alvo.

Conheça a fundo quais são as características e os hábitos dos seus possíveis clientes e busque entender os anseios das pessoas que estão ligadas ao seu segmento de mercado e, a partir desse conhecimento aprofundado, oferte seu produto como uma solução para os problemas do seu público.

Quando for vender online, foque nos benefícios e no diferencial do que você oferece e não necessariamente na descrição do produto em si.

Uma vez definido o seu público-alvo, procure estar onde ele está, isto é, escolha o canal de divulgação certo para o público certo, isso fará uma grande diferença.

Zele pelas fotos do produto

De nada vai adiantar você trabalhar com uma excelente linha de produto, se as fotos da mercadoria tiverem baixa qualidade.

Lembre-se de que vender na internet é bem diferente do que vender em uma loja física, afinal, o consumidor não terá tanta facilidade para tocar o produto. Logo, no ambiente online, a princípio, o cliente adquirirá as imagens e a descrição da oferta.

Se as fotografias forem ruins, o potencial comprador achará que a mercadoria também tem baixa qualidade e isso o fará repensar antes de adquirir seu produto. Dessa forma, procure tirar fotos com uma câmera e não com o celular. Cuide também da iluminação e do ambiente onde for captar as imagens, para que elas sejam bem nítidas e foque no produto que você deseja vender.

Descreva corretamente o seu produto

Vender na internet requer uma atenção especial à descrição dos produtos. Como o cliente só terá acesso às imagens e ao texto, será com base nessas informações que ele decidirá a compra. Por isso, descreva a oferta do ponto de vista técnico.

Um exemplo é descrever do que e como é feita a peça, qual é o material utilizado, tempo de duração estimado, etc… Um grande diferencial é fugir da descrição comum e demonstrar as experiências que o consumidor poderá ter ao adquirir a peça.

Cuide com os aspectos gramaticais do seu texto, pois isso também pode ser levado em conta pelo comprador. Não se esqueça de fazer um texto atraente. Procure pensar como se fosse o consumidor e questione-se: “eu me interessaria em ler essa descrição até o final?”.

Tenha um preço competitivo

A lei da oferta e da procura é antiga na economia. Se há grande abundância de produtos, a tendência é de que os preços baixem, enquanto o inverso também é verdadeiro. Portanto, antes de definir um preço, procure pesquisar como está a concorrência.

Tenha em mente que, ao vender na internet, você disputará com empresas de todo o país e. Descubra como está o seu preço em relação aos concorrentes e, se for o caso, procure diminuí-lo para atrair mais vendas e, assim, ganhar mais pela quantidade comercializada.

Caso seja necessário, procure otimizar a sua produção, para reduzir os custos.

Seja visto

Não basta seus produtos estarem na internet, é preciso que as pessoas os encontrem.

Por isso, avalie a possibilidade de ofertar as suas mercadorias em plataformas que darão uma grande visibilidade para os seus artigos e que proporcionarão uma melhor gestão das vendas. Com isso, você poderá aproveitar de uma das principais características das vendas na internet, que é justamente poder aumentar o alcance de compradores.

Já que você venderá no ambiente virtual, usufrua também dos benefícios que a tecnologia lhe oferece. Dessa forma, ganhe tempo para poder pensar em novas linhas de produtos que pode começar a comercializar e melhorar ainda mais os resultados do seu negócio.

R3Mkt.

5 Dicas de Como evitar problemas financeiros em tempos de crise!

Feliz 2016
Olá, Feliz 2016!!!Uma das grandes questões que todas as empresas buscam esclarecer, é como descobrir a fórmula correta para evitar problemas financeiros em tempos de crise!Para que possamos seguir o nosso caminho mais tranquilo, e sempre buscando grandes e bons resultados, segue algumas dicas de como podemos fazer a empresa crescer de forma ordenada. 

  1. Descubra o que gosta de fazer – Todo empreendedor acredita que precisa cuidar sozinho de toda a empresa, mas, sabemos que isso não é possível, pois, uma empresa é composta por vários setores, e todos de extrema importância para o seu bom funcionamento. Não existe um ser humano capaz de atender 100% a todos os setores, sendo assim, procure desenvolver a sua área de genialidade, estude e dê foco ao que mais lhe agrada dentro da empresa. Não seja um empreendedor centralizador, aprenda a delegar funções e serviços aos seus colaboradores.Com essa atitude, o empreendedor conseguirá ter o domínio total de sua empresa.

 

  1. Avaliação da equipe – É muito importante ter em sua empresa, pessoas que realmente queiram crescer. De condições (Cursos e Treinamentos) aos seus colaboradores para que possam desenvolver o conhecimento em prol de sua empresa. Não segure colaborador que não se encaixa com o seu nicho de mercado, é dever de todos cumprir com o prometido.

 

  1. Responsabilidade de um empreendedor –  Quando as coisas estão um pouco difíceis na empresa, cabe à você dar diretrizes aos seus colaboradores. Faça reunião com sua equipe e procure desenvolver novos talentos e novos produtos que possam agregar a sua linha. Desenvolva sempre, não fique parado no tempo! Não deixe um único segmento dominar o seu faturamento.
  2. Sob Pressão – Quando um empreendedor deixa as coisas chegarem ao ponto crítico do negócio, com toda certeza não terá cabeça para controlar suas ações, decisões e razões, chegando ao ponto de perder oportunidades de grandes ideias. Por este motivo, é necessário durante todo o ano, fazer um “Fundo de Reserva” para que possa determinar um tempo de conforto financeiro para sua empresa e ter a cabeça livre para conseguir pensar em outras ações corretivas para o momento de crise.

5 . A grande sacada financeira – Manter os relatórios de previsão de recebimentos/despesas atualizados (Fluxo de caixa), Junto com sua equipe definir o seu orçamento anual de forma correta, Saber o quanto de dinheiro precisa para manter as portas abertas durante todo o ano, Projetar alguns investimentos financeiros (pequenos portes) para fazer uma poupança, Evitar gastar dinheiro com compras desnecessárias.

Para que possamos colocar tudo isso em prática, e manter a saúde da empresa, é necessário parar e analisar como está o seu departamento de Marketing. Nunca deixe de fazer o Marketing interno e principalmente o externo, pois, é através dele que conseguirá ter boas ferramentas para fazer sua empresa gerar mais dinheiro.

Saia da sua zona de conforto e invista mais na sua empresa, invista em seu projeto, invista na construção de um excelente site profissional. Não deixe a crise quebrar o seu sonho!

Lute e vença!

Ricardo Gomes. CEO

Compartilhe nosso Conteúdo